quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

TRE inicia atendimento itinerante na capital


Com o atendimento nos bairros de Campo Grande, a população terá mais agilidade para resolver pendências eleitorais.

*Suelen Morales

O TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) oferecerá a partir deste sábado (04/02), atendimentos itinerantes em diversos bairros da Capital. O objetivo é que neste ano de eleições os cidadãos resolvam suas pendências ou alterações com antecedência.

O trabalho será realizado sempre aos sábados e domingos, percorrendo os bairros de Campo Grande até o dia 29 de abril. Serão oferecidos serviços de alistamento eleitoral, transferência, revisão, regularização da situação eleitoral e segunda via do título de eleitor.

Vale lembrar que o cidadão precisa levar seus documentos pessoais, um com foto e o comprovante de residência. No caso de eleitor do sexo masculino, maior de 18 anos, que irá fazer o título pela primeira vez, será exigido comprovante de quitação do serviço militar.

Segundo o consultor em informática, Alexandrer Waqued, a medida irá reduzir as filas e a distância de quem procura soluções. “Acho que seria muito bom, porque evitaria principalmente as filas. Apesar de só ter ido uma vez ao TRE quando tirei meu título, sei que lá é longe e também muitos deixam para a última hora. Mas, com essa atividade isso irá reduzir”.

Para conferir a programação dos bairros, local e horário do atendimento itinerante, acesse http://www.tre-ms.jus.br/

Escolas recebem 1ª remessa do Passe do Estudante


Estudantes matriculados regularmente nos ensinos fundamental, médio e superior têm direito ao benefício 

*Stephanie Brittes

Já foram entregues às escolas públicas e particulares de Campo Grande, a primeira e a segunda remessas do Passe do Estudante. Quem fez a solicitação com antecedência já pode se dirigir à secretaria da instituição de ensino, na qual está matriculado para buscar o cartão.

Neste ano, o cadastro dos alunos foi totalmente informatizado e a solicitação pode ser feita apenas pela internet. Quem ainda não fez o cadastro deve acessar o site da prefeitura, na página da ficha de inscrição. No caso dos alunos com idade inferior a 18 anos, o cadastro deve ser feito pelos pais ou responsáveis. O site é: www.capital.ms.gov.br/passe.web

Depois de fazer o cadastro, o aluno deve entregar a documentação necessária na escola. Para fazer as primeira e segunda vias do cartão do passe são necessários comprovante atualizado de residência, foto 3x4 (não digitalizada) e comprovante do pagamento de uma taxa de R$ 8,10, que pode ser realizado em qualquer terminal de transporte coletivo.

Nos casos de recadastramento, se o passe do estudante estiver em boas condições não é necessário fazer outro documento, basta providenciar a recarga na Assetur (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano).

A terceira remessa dos cartões deve chegar às escolas a partir do dia 12 de março e a quarta está prevista para o dia nove de abril. O trabalho para o cadastramento no segundo semestre de 2012, será retomado nos dias 20 de julho e 20 de agosto.

De acordo com a chefe do Núcleo de Usuários Especiais da Agetran, Célia Cristina Couto, a expectativa para este ano é de chegar a 50 mil o total de cadastros para o passe estudantil em Campo Grande. "Qualquer aluno que esteja matriculado em cursos regulares do ensino fundamental, médio e superior (apenas a graduação, a pós-graduação não faz parte do benefício) tem direito ao cartão do estudante", assinala. 

(Com informações do site CG Notícias)

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Reme atrasa início das aulas na Capital


As escolas municipais terão um prazo maior de uma semana para se organizarem antes da volta às aulas .

                                                                                              *Suelen Morales

 

O início do ano letivo de 2012 para os alunos da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande estava previsto para a próxima segunda-feira (06/02). Porém, a data foi adiada para 9 de fevereiro. O fato é que novos professores foram convocados para compor o quadro de funcionários.

Segundo informações da assessoria da prefeitura da capital, a mudança no calendário escolar vai melhorar a preparação da estrutura disciplinar das unidades. Cerca de 300 novos professores aprovados nos concursos de 2007 e 2009 foram chamados e distribuídos entre as escolas. Agora, as unidades precisam se organizar, antes da chegada dos alunos. 

O pai Valério Sanábria concorda com a mudança, desde que seja positiva e não prejudique os alunos.

“Se for prejudicar os alunos estendendo o ano letivo e fazendo com que eles estudem no sábado para repor dias e horas, eu não concordo. Se for para melhorar e garantir uma boa estrutura, não vejo problema e sim solução para o ensino”, comentou.

Carnaval 2012 terá apoio da Sesau contra as DST


A Secretaria de Saúde pretende com a campanha imunizar e conscientizar os foliões no carnaval que acontecerá em Campo Grande

                                                                                                   *Suelen Morales

Com a data do carnaval se aproximando, muitos já fazem seus planos para a folia de 2012. Como nos anos anteriores, a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) já põe em prática estratégias para o combate de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e AIDS. Neste ano, a campanha de prevenção e educação em saúde do carnaval recebeu o slogan “Nosso carnaval é divertido e protegido” e divulgada desde o dia 20 de janeiro na Capital.

Segundo o Consultor de Comunicação em Saúde DST/AIDS, Fernando Hassessian, o foco neste ano terá um diferencial. A distribuição não será feita apenas de mão em mão. Haverá a instalação de displays de preservativos (porta-camisinhas) em diversos locais da cidade.

“É como dizem: melhor ter e não precisar, do que precisar e não ter. Não vamos entregar os preservativos na mão dos foliões, vamos disponibilizá-los nos displays móveis que instalaremos em clubes, bares e outros pontos com eventos carnavalescos. Nossa meta é proteger e fazer com que cada um retire seu preservativo. Se divertir é importante, mas esteja protegido”, explicou.

Para a evangélica praticante, Ketlin Nayara, sem a distribuição não pode ficar, mas a mudança é positiva, pois centraliza e evita o desconforto.

“Eu me sinto constrangida, porém são casos e casos. Tem gente que não se incomoda. Porém, a prevenção é muito importante e sem a distribuição de preservativos não deve ficar, quem for usar saberá na onde encontrar”, declarou.

Além disso, a Sesau vai montar duas barracas durante os dias de folia, uma na avenida Fernando Corrêa da Costa e outra na Praça do Papa. Aproximadamente, serão  confeccionados 225 “porta-camisinhas” e distribuídos 300 mil preservativos, durante o período do carnaval.

O personal trainer, Djuliano Rosseto, que ainda não decidiu na onde irá participar do carnaval, afirma que quanto maior for a distribuição melhor. Porém, na hora da emoção é difícil lembrar do preservativo.

“A prevenção sempre é importante, pelas doenças que é o que mais devemos evitar. No entanto, conscientes jamais vão estar, todos querem ser felizes e nem lembram da camisinha na hora que o clima esquenta. A realidade é que quanto mais postos de distribuição de preservativos melhor, porém muitos esquecem não só durante o carnaval, mas em diversos outros momentos”, opinou.

Vale ressaltar que para o Carnaval 2012, a Secretaria Municipal de Saúde terá cinco equipes de profissionais de saúde percorrendo os distritos sanitários da cidade, realizando atividades de educação e orientação, além de renovar os estoques displays de preservativos.

O carnaval 2012 acontecerá a partir do dia 21 de fevereiro. Para se proteger, vá até uma unidade básica de saúde ou comércio participante da campanha, e retire seu preservativo gratuitamente.

TJMS derruba ação e Lei “Cantina Saudável” entrará em vigor

Com esta decisão as escolas deveram seguir a lei e colocá-la em prática para o ano letivo de 2012.
                                                                                                   *Suelen Morales

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou a ação que tentava impedir a aplicação da Lei da Cantina Saudável, nº 4.992/2011, de autoria do vereador Cristóvão Silveira. O parlamentar comemorou a decisão, já que mesmo a lei tendo sido aprovada no ano passado, ela estava suspensa devido à ação da Fiems que tramitava na justiça.

A partir de agora a medida, será colocada em prática, proibindo a comercialização de produtos que prejudiquem a saúde e o desenvolvimento dos alunos. 

“A escola deverá ser referência na promoção de hábitos alimentares saudáveis e ser um bom exemplo, transformando a sua cantina comercial em cantina saudável para receber seus alunos no início das aulas. A própria escola deverá ser rigorosa no cumprimento da Lei”, afirmou Silveira.

O vereador ressaltou ainda que a cantina dentro da escola não pode ser vista como um comércio comum.

“A cantina deve oferecer produtos que complementem a alimentação dos alunos, ela não pode ser um comércio regular. Pois tudo que esta dentro das dependências da escola deve ter a função de educar”, explicou.